quinta-feira, 28 de abril de 2011

Eu também posso errar?



Há algum tempo atrás fui obrigada a lavar os meus cabelos com um shampoo que nunca havia usado, o chamado 2 em 1, que até então pra mim seria terrível! Com cabelos oleosos é impossível usar condicionador. Mas fazer o que não tinha outra opção, enfim usei o tal shampoo, e pra minha surpresa, meus cabelos ficaram lindos! Coisa que os outros milhares de shampoos de marca nunca tinham feito, aquilo que até o momento pra mim era o ideal e o "certo" caiu por terra. Foi ai que me dei conta do quanto agente se esforça pra fazer a coisa supostamente “certa”, comprar um produto certo, usar a roupa certa, dizer a coisa certa, fazer a coisa certa - Mas que coisa certa? O que é realmente certo ou errado? Certo para quem? Ou certa pra quê? O homem certo, por exemplo: existe ficção maior para nós mulheres? Uma conhecida da minha mãe se casou com o homem “certo”, depois de namorar 10 anos. Não levou nem um mês para descobrir que estava com o homem errado. Tudo eram flores até colocar a aliança. E tem também aqueles romances repentinos que você namora três meses e se depara na igreja e em menos de um mês aquele que era o seu príncipe encantado vira um sapo! O certo pode se tornar um equivoco enorme no futuro! Ou o contrário: tem aqueles homens que chegam naquele jeito "nada a ver" com você, e vai ficando, e quando você percebe, está casada e feliz! Nossa e as roupas? Quantos fins de semana você já passou num shopping procurando o vestido certo e os sapatos certos para aquela festa chiquérerrima e, na hora de sair você se olha no espelho e se sente um E.T, e vê que está tudo errado? As suas amigas juram que você esta perfeita, mas talvez você se sentisse melhor com uma dose menor de perfeição. Eu mesma já me senti assim, fantasiada de uma coisa que não condizia com a minha realidade, com o meu estilo, só por modismo, estava com a roupa "certa", mas o que eu queria mesmo era ter ficado mais parecida comigo mesma, nem que fosse para "errar". Há pouco tempo uma conhecida minha estava fumando e eu fui falar pra ela, que aquilo não era bom, em fim tudo o que já sabemos sobre essa droga, e ela me disse: "Eu sei que está errado, mas agente tem que fazer alguma coisa errada na vida não é?! se não fica tudo muito sem graça. O que eu queria mesmo era sair de casa e morar com o meu namorado, mas como não tenho coragem pra isso, então eu fumo". Eu particularmente concordo que viver é eventualmente, poder sair um pouco dos trilhos. O mundo esta cheio de regras, que vão desde o nosso guarda-roupa, passando por maquiagens e dietas, até o que "temos" que dizer em uma entrevista de emprego, a comida que devemos pedir no restaurante, o desempenho sexual que nos torna parceiros interessantes, o celular que esta na moda e dá status enfim "n" coisinhas... Obedecer, ou acertar, sempre é fazer um pacto com o óbvio e renunciar ao inesperado. Meu avô sempre fala que as pessoas ficam chocadas quando ele diz que nunca gostou de dirigir e que nunca quis aprender e ele com toda calma diz: “Eu não dirijo, assim como não boto ovo, não fabrico rádios, tem um punhado de coisas que eu não faço!" Não temos que fazer tudo que esperam que agente faça nem acertar sempre no que dizemos. O certo ou o "certo" podem ser bons, mas às vezes precisamos aposentar o obvio e deixar as coisas acontecerem, sejam elas "certas" ou realmente certas!

Um comentário:

  1. Olá, Fernanda!

    Vim até aqui agradecer a visita e comentário no Joga o Job.

    E quanto a nova rede social do Google, o Google+, ela foi lançada a semana passada e eu estou pro lá desde o primeiro dia do lançamento, posso afirmar, é uma rede social que, segundo o próprio Diretor de Comunicação da Google Brasil, não quer se posicionar como rede social. Estranho, mas são palavras da equipe. rs...


    É uma rede que tem sim, a funcionalidade e layout bem similar a do facebook, mas até agora a proposta é outra. A ideia da Google com o Google+ é integrar vários serviços da Google em uma única plataforma.

    Se você me tiver afim de testar o Google+ é só me enviar o seu e-mail (do gmail) que eu te envio um convite, vai ser um prazer te adicionar aos meus círculos!

    Pode enviar pra: edsoncaldasjr@gmail.com
    =]

    ResponderExcluir